Tribuna 08/04/2013 PDF Imprimir E-mail

 

Tribuna da Câmara de Vereadores de Estrela

 

Luiz Fernando Schneider (PMDB) – Cumprimentou a todos. Iniciou solicitando cópias dos balancetes do Poder Executivo desde o início do ano Falou sobre os projetos que deram entrada na casa, ressaltando a importância dos mesmos. Discorreu sobre alguns detalhes de cada projeto e pediu apoio dos colegas vereadores na aprovação destes. Convidou os colegas para subscreverem a moção que será enviada ao Secretário Estadual de Obras pedindo agilidade nas obras de reforma da ponte sobre o arroio Boa Vista. Classificou como “Barbaridade”, a morosidade nas obras deste porte na região. Cumprimentou o Major Cézar Pereira da Silva, comandante do 40º Batalhão pela nova viatura entregue na sexta-feira. Cumprimentou a iniciativa do vereador Gerson Adriano da Silva, em homenagear o Sr Rubens Gerhardt com nome de uma rua.

Vanderlei Eidelwein (PR) – Cumprimentou a todos. Falou sobre indicações de sua autoria protocoladas nessa semana. Uma delas pedindo sinalização de pontos importantes como hospital, órgãos públicos e bairros. Outra indicação pedindo notificação de proprietários de terrenos no Jardim das Pedras. Em aparte, o vereador Lui manifestou apoio a esta indicação de Eidelwein, e revelou que há mais de cem notificações que serão entregues nos próximos dias a moradores que deixam seus terrenos inutilizados e criando mato. Eidelwein lamentou que em muitos destes casos, o principal motivo é a negligência dos próprios munícipes. Falou sobre pessoas que buscam espaço para manifestar seus talentos, citando o artista Sergio Werle, presente no plenário. Em aparte, o vereador Gerson comentou sua experiência com o já citado artista, com quem aprendeu a desenhar, o que segundo Gerson o incentivou a ir para o campo da engenharia. Eidelwein ainda citou que um loteamento do Jardim das Pedras foi aprovado em área verde alagável. Em aparte o vereador Lui Schneider comentou que a referida área verde é uma praça.

Ernani de Castro (PMDB) – Cumprimentou a todos. Lembrou que há duas sessões se fala sobre a ponte do arroio Boa Vista entre os bairros Boa União e São José. Castro afirmou que buscou informações sobre a situação desta passagem, e lembrou do caso de imprudência de um caminhão que tentou passar e danificou a ponte. Falou sobre sua visita à capital Federal, acompanhado do colega vereador Élio Kunzler, e do vice-prefeito Valmor Griebeler. Castro se disse feliz em seu primeiro mandato já ter essa experiência de conhecer alguns caminhos em busca de verbas para o município. Destacou os gabinetes visitados, e os projetos para os quais foram prometidas verbas. Ressaltou que muitas vezes os vereadores são criticados pelo trabalho e afirmou ser importante que cada vereador tenha articulação com representantes em Brasília. Classificou como “muito boa e produtiva” essa visita. Em aparte, Lui Schneider reafirmou que é importante que essas emendas prometidas em Brasília, deem entrada no orçamento do próximo ano.

Élio Kunzler (PTB) – Cumprimentou a todos. Falou sobre sua ida à Brasília, sobre a experiência do vice-prefeito, elogiada por Kunzler. Comentou sobre as tratativas encaminhadas na capital federal. Falou sobre a visita que ocorreu na manhã da segunda-feira, feita ao comandante do CRPO-VT, Coronel Scussel, que revelou aos vereadores que o efetivo do 40º batalhão sediado em Estrela, deve receber reforço ainda no próximo mês. Relatou a conversa com o coronel que apresentou a situação do policiamento na região.

Gerson Adriano da Silva (PT) – Cumprimentou a todos. Citou a visita ao Coronel Scussel, que motivou a criação da moção que deve ser encaminhada ao comando da Brigada Militar no Estado pedindo aumento no efetivo para a Brigada de Estrela. Falou sobre a entrega da viatura à Brigada estrelense ocorrida na ultima sexta-feira (05). Falou sobre seu pedido de colocação de uma faixa de asfalto para sinalizar melhor na Rua Fernando Abott, no trecho que compreende o calçadão. Falou sobre reunião que ocorreu entre o prefeito e o Chefe de gabinete Sandro Schneider da Secretaria de Infraestrutura e Logística do governo do Estado para tratar da implantação de uma rótula na Rota do Sol. Anunciou que deve iniciar no sábado seguinte a sessão o processo de cadastro único no bairro Moinhos, com objetivo de ajudar as pessoas de baixa renda a serem incluídas nos programas sociais do governo federal.

Lorena Hauschild (PR) – Cumprimentou a todos. Falou sobre a Associação de Proteção E Promoção da infância e Adolescência, APPIA. Contou as dificuldades que a associação enfrenta e discorreu sobre os trabalhos que são desenvolvidos neste projeto, com crianças que sofreram os mais variados abusos. Elencou os membros da rede municipal de proteção à criança e o adolescente. Lorena disse que em breve deve acontecer o processo de eleição da nova diretoria da associação, e falou sobre os membros da futura diretoria. Convidou os presentes a conhecer e visitar os projetos da APPIA.

Paulo Floriano Scheeren (PPS) – Cumprimentou a todos. Cumprimentou os colegas que viajaram à Brasília em busca de recursos em prol do município. Relatou que leu em um jornal sobre o distrito industrial na Rota do Sol. Falou sobre um equivoco, pois se os lotes estão em nome das empresas não há como voltar, e disse que nem tudo o que estava escrito na matéria era verídico. Falou sobre realizações do governo anterior, que segundo Scheeren foram todas feitas com dinheiro do município. Falou sobre matéria em outro jornal que elencava 19 municípios que estão negativados junto ao governo federal, e Estrela não está entre estes, estando assim habilitada a receber verbas federais. Em aparte, Lui Schneider citou a iluminação de parte da BR 386. Schneider lembrou que já elogiou o ex-prefeito. Em aparte, o vereador Élio Kunzler disse que não foi uma má administração a do ex-prefeito Celso, mas que este poderia ter investido mais em saúde. Também em aparte, o vereador José Itamar Alves avaliou que poderia ser feito tanto com verbas federais se estas fossem buscadas. Scheeren voltou a elogiar ações do ex-prefeito.  Falou sobre encontro com Carlos Ruschel, funcionário da ouvidoria, em que se manifestou contrário à maneira que este trabalho está sendo conduzido, pois da forma como está sendo feita, segundo Scheeren está tirando a autonomia do secretário municipal.